quinta-feira, 5 de março de 2020

"Janela Partidária" está aberta para as eleições municipais 2020




O primeiro grande momento das Eleições Municipais deste ano foi iniciado nesta quinta-feira (05). Trata-se da chamada "Janela Partidária". Período de 30 dias onde todos os pré-candidatos às eleições municipais de outubro próximo e que detêm algum mandato eletivo podem mudar de partido sem perder seu mandato.

De acordo com o TSE, a "janela de transferência", que se estende até o dia 03 de abril, seis meses antes do pleito eleitoral, é o período que se considera justa causa a mudança de partido pelos detentores do cargo de vereador para concorrer a eleição majoritária ou proporcional. Período esse que será fundamental para as definições das composições futuras.

Certamente, as possíveis mudanças irão mostrar os caminhos que todos os partidos tomarão rumo à maior festa da democracia. Vereadores que não cumprirem esse prazo poderá perder seus mandatos por serem punidos pela chamada infidelidade partidária.

Umarizal
Com a mudança na legislação eleitoral e o fim da coligações na eleição proporcional, Umarizal sofrerá uma drástica mudança de partidos entre os nove vereadores eleitos em 2016. Os parlamentares municipais representam hoje 05 partidos políticos (DEM, PSB, PTdoB, PSD, PL).

Diante da nova conjuntura, os edis deverão se dividir em apenas dois partidos para disputar a sucessão municipal, divididos nas bancadas de situação e de oposição.

Outras agremiações partidárias estão se organizando suas nominatas e deverão modificar bastante a futura composição na Casa do Povo em Umarizal.



Próximos Eventos
Nos prazos previstos pelo TSE, 4 de abril será o dia em que os governadores e prefeitos que pretendem disputar as eleições devem renunciar os mandatos. Na mesma data, todos os partidos que pretendem disputar as eleições devem estar com o registro aprovado pelo órgão responsável.

A partir de 20 de julho, até o dia 05 de agosto, os partidos estão autorizados a promover as convenções internas para escolha de seus candidatos, que deverão ter os registros das candidaturas apresentados à Justiça Eleitoral até 15 de agosto. No dia seguinte, a propaganda eleitoral está autorizada nas ruas e na internet até 3 de outubro, dia anterior ao primeiro turno.

Anterior
Proxima

Postador

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››