quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Reunião para discutir a Segurança em Umarizal reúne os três Poderes, sociedade civil e forças policiais


Na manhã desta quarta-feira (06), na Sala de Reuniões da Câmara Municipal de Umarizal (CMU), foi realizada uma nova reunião entre os Poderes constituídos na cidade e como pauta principal, a união de todos os seguimentos da sociedade umarizalense em busca de soluções para a insegurança e o combate à crescente onda de violência na cidade.

Participaram da reunião a prefeita Elijane Paiva (DEM), o vice-prefeito Raimundo Dias (PPS) e o secretário Chefe da Casa Civil, Manoel Paulo Cavalcante, representando o Poder Executivo. Do Poder Legislativo, estiveram presentes o presidente Marcos Antônio de Oliveira, o vice-presidente Maycon Nunes, e os vereadores Jatão da Rádio, Bazoca e Gilmar, pela base governista, e da bancada de oposição, o vereador Robério, as vereadoras Meyre Câmara e Neide de Marcos.

Representando o Poder Judiciário, excelentíssimo juiz Arthur Bernardo Maia do Nascimento esteve pessoalmente na reunião e revelou algumas ações que já estão sendo tomadas por iniciativa do próprio magistrado. Pelo Ministério Público, a promotora Engrácia Guiomar foi enfática e participativa, se somando as decisões apresentadas pelo juiz local.

Ainda participaram da reunião, o padre João Batista, representando a paróquia umarizalense, e o EPC Josemar, representando a Polícia Civil.

Segundo a vereadora Meyre Câmara a reunião foi bastante produtiva. "Acredito na união dos poderes, onde cada um em sua esfera busca meios para colaborar com a segurança do município. Achei louvável a prefeita reconhecer e mandar o projeto de cooperação mútua, pois vai ajudar a amenizar as questões da segurança. O empenho e a união de forças em prol da segurança do nosso município só trarão benefícios à população, que é a parte que mais sofre com a falta de segurança".


Entre os principais pontos abordados está uma Ação do Ministério Público e do Judiciário contra o Estado do RN para disponibilizar o aumento do efetivo da Polícia Civil para Umarizal. De acordo com o Dr. Arthur Maia, esse processo já está sob a análise do Ministério Público e em breve estará concluso para despacho e decisão judicial.

Por parte do Poder Executivo, a prefeita Elijane Paiva apresentou alguns detalhes do Projeto de Lei que foi encaminhado na última terça-feira (05) à Câmara Municipal que autoriza o convênio entre a municipalidade e a Secretaria Estadual de Segurança e que delibera entre outras coisas, o pagamento de Diárias Operacionais por parte do Poder Executivo.

Além disso, foi cobrada a urgente nomeação do novo comandante da Polícia Militar para o município, a elaboração de um projeto de monitoramento por câmeras de vídeo, a intensificação da presença do GTO da PM e completar a equipe da Polícia Civil, com a designação de um novo delegado.

Foi discutido e traçado planos estratégicos para a segurança durante a festa do Padroeiro que acontece entre os dias 16 e 26 deste mês de setembro. Para esse período, será instalada a estrutura da Delegacia Móvel da Polícia Civil, com uma equipe completa de policiais e a paróquia local disponibilizou a Casa Paroquial para acomodação dos policiais que estarão em serviço.


"Foi uma excelente iniciativa a de nos unirmos em prol da segurança em nossa cidade. Estou muito feliz com os primeiros frutos que já estamos começando a colher da audiência pública que apresentamos na Câmara Municipal. Já vimos à prefeita Elijane encaminhar um Projeto de Lei à Casa Legislativa, vimos o Ministério Público entrar na justiça obrigando o Estado a recompor o efetivo da Polícia Civil em Umarizal e podemos ver a sociedade como um todo sendo beneficiada", finalizou o vereador Jatão da Rádio.
Anterior
Proxima

Postador

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››