terça-feira, 11 de julho de 2017

Líder do Estado Islâmico foi morto em ataque aéreo, diz ONG


O Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), ONG que monitora o conflito sírio a partir de Londres, afirmou nesta terça-feira, 11, ter "confirmado a informação" de que o líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, foi morto em um bombardeio na cidade de Raqqa, principal bastião do grupo.

Poucos minutos após a divulgação pela agências de notícia sobre a suposta morte do líder do grupo terrorista, o presidente americano, Donald Trump, usou sua conta no Twitter para comemorar a "grande vitória contra o ISIS (como também é conhecido o EI)".

 Em junho, o Ministério da Defesa da Rússia afirmou que poderia ter matado Baghdadi em um bombardeios que teria atingido uma reunião de líderes do grupo terrorista nos arredores da cidade síria onde os extremistas estabeleceram seu quartel-general. Na ocasião, no entanto, os EUA não corroboraram a informação e as autoridades ocidentais se mantiveram céticas.

"Nós confirmamos a informação com líderes, incluindo um do primeiro escalão do Estado Islâmico na cidade de Deir es-Zor", disse o diretor do OSDH, Rami Abdulrahman, à agência Reuters. As agências internacionais, no entanto, ainda não confirmaram de forma independente o relato da morte de Baghdadi.

Fonte: Reuters
Anterior
Proxima

Postador

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››